Inesperado


Inesperado é o tiro que sai pela culatra
Inesperado é o aviso da morte (sempre)
Inesperado é o nascimento prematuro
Inesperado é a Cafetina na TV
Inesperada é a paixão quando grita
Inesperada é a paixão quando cessa
Inesperado é o amor quando chega
Inesperado é o trânsito bom em São Paulo
Inesperado é o ar adequado em São Paulo
Inesperado é o amigo que liga as 3 da manhã
Inesperado é o gozo interrompido
Inesperado é o tapa na cara que se ama
Inesperado é o afago do estranho
Inesperado são os olhares quando se cruzam
Inesperado é o olhar quando fica
Inesperada é a carta de demissão
Inesperado é a puta dizendo não
Inesperado é o namorado no Trianon
Inesperada é a seca onde cabia um oceano.

3 Response to "Inesperado"

  1. Lana Says:

    Visitar seu blog foi uma das coisas que + senti falta durante a dengue...
    Nossa! Tá bom demais isso aqui, hein!
    Bjs!

  2. Heitor Says:

    Vc é muito dengosa...

  3. Dalva Maria Ferreira Says:

    Adorei! Até que enfim alguém escreve algo novo. Inesperado!